Cruzeiros, Disney Cruise Line, EUA, Internacional

Cruzeiro da Disney no Alaska – Disney Wonder

Tem Cruzeiro da Disney no Alaska? Tem sim!!!! 🚢

Conhecer o Alaska era um sonho que tínhamos há muitos anos e finalmente conseguimos concretizá-lo juntamente com a empresa que a gente ama bastante: a Disney! E esta viagem foi bem diferente das outras que já fizemos com a Disney Cruise Line, pois o destino é gelado e os passeios possuem uma proposta mais cultural e contemplativa da natureza.

O navio que faz este roteiro é o Disney Wonder, que já conhecíamos quando viajamos saindo de Porto Rico com destino a St. Maarten, St. Lucia, Antígua e Barbuda, e Barbados. Este navio é o modelo menor e tudo dentro dele é muito mais perto que os modelos maiores. Veja nosso post sobre essa viagem anterior clicando aqui

Fizemos essa viagem em família, com 2 adultos e 2 crianças (12 anos e 05 anos), em um lindo roteiro pelo Alaska de 7 noites (8 dias), saindo e chegando de Vancouver, no Canada, no verão (julho). Nosso itinerário ocorreu da seguinte forma:

Dia 1 – Saindo de Vancouver, Canada – Dia do embarque.

Dia 2 – Dia em alto mar.

Dia 3 – Visita a Tracy Arm Fjord e Dawes Glacier – Alaska.

Dia 4 – Visita a Skagway – Alaska.

Dia 5 – Visita a Juneau – Alaska.

♥ Dia 6 – Visita a Ketchikan – Alaska.

Dia 7 – Dia em alto mar.

♥ Dia 8 – Chegada em Vancouver, Canada – Dia do desembarque.   

Vamos contar com detalhes tudo o que vimos no Alaska nessa viagem extraordinária! Enquanto isso, veja o vídeo da Disney sobre esse cruzeiro maravilhoso! Venha conosco nessa aventura!


Dia 1 no Disney Wonder Alaska – embarque em Vancouver, Canada.

Nosso check-in estava programado para o meio-dia, no porto Canada Place, em Vancouver, Canada. Como estávamos hospedados ao lado do porto, nós fomos a pé do hotel até o local designado para o embarque de passageiros.

Esse porto é muito bonito e vale a pena visitá-lo, mesmo quem não vai viajar de navio. Lá acontecem muitos eventos e apresentações culturais. A noite ele fica todo iluminado, com diversas cores. É belíssimo!

 

Foto / Divulgação: Canada Place

Localização do Canada Place: 999 Canada Place, Vancouver, B.C.

Assim que chegamos ao Canada Place, levamos nossas malas ao subsolo do porto para despachá-las. Os funcionários as receberam e as etiquetaram (já que não tínhamos recebido as etiquetas de bagagem antecipadamente, como a Disney costuma fazer). Depois, subimos até ao andar térreo para fazer nosso check-in. Lá mostramos todos os nossos documentos e depois de tudo conferido, passamos pela “alfândega” para fazer a imigração (já que o navio sai do Canada e vai para território Americano) e fomos aguardar a chamada para o nosso embarque.

Tudo foi bem rápido e por volta das 13:30h já estávamos dentro do navio. Fomos almoçar no restaurante Cabanas e em seguida fomos até nosso quarto verificar se ele já estava liberado. Em geral as malas demoram para chegar no quarto, mas dessa vez, quando nós passamos pelo corredor do nosso andar vimos que as malas já estavam lá na porta nos esperando. Além disso, os cartões (chaves que abrem as portas e serve para pagamento) já estavam no porta-cartas (peixinho pendurado na porta da cabine).

Dessa vez escolhemos a cabine interna, que apesar de ser menor que as demais que já reservamos anteriormente, nos atendeu bem. Era a cabine que tinha disponibilidade na data que queríamos viajar e a diferença de valor entre os tipos de cabines nesta viagem para o Alaska estava exageradamente alta. Nesta cabine havia apenas um banheiro completo, com banho e sanitário (na cabine com varanda, há dois banheiros, um para banho e outro com o sanitário). Veja nas fotos abaixo como é o quarto montado para dormir. Há uma cama de casal e uma beliche para 4 pessoas. Durante o dia, o camareiro transforma a beliche em sofá.  

Saímos do quarto e fomos cadastrar as crianças no clube infantil do navio que fica no 5º andar. Aqui você irá encontrar o Oceaneer Lab e o Oceanner Club, que são as áreas disponibilizadas para crianças de 03  a 12 anos.  Esse espaço é enorme e neste primeiro dia você poderá entrar para conhecê-lo.

Já dissemos nos posts anteriores sobre os cruzeiros da Disney que o navio possui o “open house”, no qual todas as suas dependências ficam abertas à visitação dos passageiros, independentemente da idade. Mas isso não acontece nos demais dias, então é a oportunidade para conhecê-las. Há um pequeno “ship tour” realizado pelos funcionários, te mostra algumas áreas do navio. Saiba mais informações sobre os cruzeiros em nosso post Dicas Imperdíveis de Cruzeiro Disney clicando aqui

Abaixo, fotos do espaço exclusivo para os adolescentes de 11 a 14 anos, no deck 9 do Disney Wonder, chamado Edge. Também é importante inscrever o adolescente ao espaço! O espaço é pequeno, mas aqui os jovens irão encontrar tvs, jogos eletrônicos, poderão fazer artes, karaokês, ouvir músicas, gincanas e terão noites temáticas. A galerinha adora!

Já escrevemos um post contando como é cada área infantil do navio. Para saber mais, clique aqui.

Depois disso, fomos participar do Treinamento Obrigatório, e logo após fomos para o convés para celebrar a partida do navio no “Sail-A-Wave Party”. Já falamos dessa festa divertida onde os personagens aparecem e dançam ao som de um DJ em outros cruzeiros que fizemos. Depois de tocar o maravilhoso apito da Disney, o navio parte rumo ao Alaska! Neste momento, é hora de dar um “tchauzinho” ou “até breve” para Vancouver!

Depois da comemoração, fomos para nossa cabine nos preparar para o jantar. De lá seguimos para o hall do navio, tiramos várias fotos com personagens e após fomos jantar no Triton’s, conforme determinado pelo sistema de rodízios descrito no “Key to the World”. Como sempre acontece, ficamos encantados com a beleza do restaurante e com a qualidade da comida! Recomendamos os camarões de entrada, o salmão de prato principal e o espetacular creme brulée de sobremesa! A Sofia escolheu um prato infantil com tomates e brócolis e macarrão “mac’n cheese” e o “Mickey Ice Cream Bar” de sobremesa.

Neste primeiro dia não houve apresentação no teatro. Então as crianças brincaram um pouco mais no “clubinho” e depois fomos descansar.  


Dia 2 no Disney Wonder Alaska – aproveitar o navio em um dia em alto mar.

Nesse dia nosso único compromisso era aproveitar o navio! Acordamos tarde, tomamos café com calma no Cabanas e depois fomos curtir o navio. Sofia “bateu altos papos com as princesas” e se divertiu muito tirando fotos com elas.

Depois as crianças foram para o clubinho e os papais foram fazer uma atividade de gastronomia e degustação de um prato que foi servido no jantar, o Lobster Ravioli (ravioli com recheio de lagosta). Hum… uma delícia acompanhada de uma deliciosa taça de vinho branco! O nome da atividade é Anyone Can Cook.

Mais tarde almoçamos no Cabanas e ficamos na área de jogos do navio nos divertindo juntos.

Depois fomos nos arrumar para o maravilhoso show The Golden Mickeys. Esse belíssimo show se refere a uma premiação ao estilo Hollywood com músicas espetaculares dos filmes da Disney. Você irá se encontrar com Branca de Neve e os Sete Anões, O Corcunda de Notre Dame, Tarzan, Mulan, A Pequena Sereia, Cento e um Dálmatas, Toy Story 2, A Dama e o Vagabundo, Enrolados, O Rei Leão, e A Bela e a Fera! Um show espetacular com uma mensagem final incrível!

Logo após o show fomos jantar no Animator’s Palate, um restaurante tecnológico muito bonito, todo decorado com desenhos e pinturas dos personagens da Disney. Você se sente como se estivesse dentro de um desenho. Neste dia, o show durante o jantar foi o Drawn to Magic, que nos mostra como um desenho à lápis se torna uma história de um herói de animação, um desenho colorido e animado como os que a Disney e a Pixar fazem para nos encantar! O interior do restaurante se transforma, de preto e branco para cores vibrantes e ao fim, o Mickey Mágico vem nos brindar com uma emocionante despedida.

Neste dia jantamos um tartar de salmão, uma massa incrível, uma carne espetacular e de sobremesa, um sundae de chocolate.

 

Saímos do jantar por volta das 22:00h e fomos assistir ao pôr do sol no deck do navio. Na área aberta faz frio, venta gelado, mas tudo é absurdamente lindo! Passamos um dia incrível em alto mar!


Dia 3 no Disney Wonder Alaska – navio entra em Tracy Arm Fjord para ver o Dawes Glacier.

Neste dia tomamos o café da manhã no Triton’s onde o serviço é “a la carte”. Você acessa o cardápio e pede o que quer comer, na quantidade que quiser, e os garçons trazem até sua mesa (é diferente do Cabanas onde você se serve à vontade). Abaixo segue foto do cardápio dos itens que nos foi oferecido. 

Depois do café da manhã fomos tirar fotos com os personagens no deck do navio com aquelas roupas especiais do Alaska e apreciar a maravilhosa vista quando entra no fiorde Tracy Arm.

 

Por volta das 11:00h fomos comer e nos preparar para o passeio de barco que contratamos para chegar bem próximo da geleira Dawes Glacier, com saída programada para as 12:00h.

O Tracy Arm Fjord fica a 45 milhas ao sul de Juneau (capital do Alaska) e só é acessado por barco ou hidroavião. Nós estávamos a bordo do Disney Wonder e para chegar bem pertinho da Geleira Dawes, foi preciso sair do navio e pegar um barco turístico menor. Esse passeio é contratado à parte e não está incluso nos serviços do navio.

Veja o mapa abaixo que mostra exatamente onde fica o fiorde Tracy Arm e como é a geleira Dawes Glacier

 

A grandiosa Geleira Dawes possui mais de 182 m de altura e 1.600 m de largura (possui 76 m de gelo abaixo da superfície da água). Ao chegar muito próximo à geleira, é preciso ficar atento ao processo conhecido como desprendimento, onde pedaços gigantes de gelo se quebram e se derramam na água do mar abaixo sem aviso prévio.

É espetacular a sensação de estar tão próximo a uma geleira gigantesca e milenar no Alaska. Além de observar de pertinho o gelo de um tom azul brilhante e das águas do mar verde-esmeralda, do barco conseguimos ver vários leões marinhos sobre os pedaços de gelos flutuantes, pássaros por todo lado e a natureza exuberante do local com muitas cachoeiras e montanhas cobertas de gelo. Apesar de não termos visto, essa é uma região em que podem ser avistados baleias e ursos.

O passeio de barco dura em torno de 3 horas, balança muito, venta bastante e faz frio quando o barco está em movimento. Nós levamos protetores auriculares e casacos corta-vento. Nossa sorte é que estava um belíssimo dia de sol e pudemos aproveitar bastante nosso passeio.

É importante ressaltar que, apesar da grandiosa experiência de chegar bem pertinho da Geleira Dawes e poder apreciar a beleza do lugar, as crianças que não estão acostumadas a este tipo de passeio ficam um pouco entediadas e enjoadas devido a longa duração do passeio. Se for o caso de sua família, pense bem se vale a pena sair do navio, uma vez que a vista que se tem do Disney Cruise também é muito linda!

Dica: se alguém do grupo é sensível ao enjôo, é melhor tomar remédio antecipadamente ao embarque do passeio.

Obs: o termo “fjord” (fiorde) significa uma longa e estreita enseada de águas profundas cercada por altas falésias e o Tracy Arm Fjord é um exemplo impressionante e belíssimo.

Saiba mais sobre o Dawes Glacier clicando aqui.

Depois do belíssimo passeio, chegamos no navio por volta das 15:00h. Fizemos um lanche delicioso e fomos assistir ao show Freezing The Night Away, uma apresentação musical muito divertida no deck do navio com Ana, Elza e seus amigos, com direito a “neve” no navio. A Sofia amou!

Mais tarde fomos jantar no Animator’s Palate e comemos um sufle de entrada, uma massa maravilhosa e uma bela sobremesa. Aliás, a comida do navio é realmente espetacular!

Depois do jantar, fomos novamente apreciar o maravilhoso pôr do sol no Alaska por volta das 22:00h.


Dia 4 no Disney Wonder Alaska – parada em Skagway.

Acordamos cedo e o navio atracou em Skagway por volta das 07:00h da manhã. Skagway é um pequeno distrito do Alaska, localizado a 145 km a noroeste da capital Juneau, que conta com uma população de 1.240 habitantes conforme o censo de 2020. O porto de Skagway é uma parada muito popular dos navios de cruzeiros e a Disney Cruise Line sempre passa por aqui em seus roteiros pelo Alaska

Veja onde Skagway está localizado no mapa abaixo:

Imagem / Divulgação: https://alaskashoretours.com/

O distrito é super charmoso, mas é tão pequeno que praticamente se resume a uma rua principal e dá para conhecer quase tudo caminhando (nós fizemos isso com as crianças). As pequeninas ruas que cortam a principal estão alinhadas e possuem diversas lojas, bares e edifícios públicos, na maioria restaurados pelo National Park Service. Veja o mapa abaixo:

Imagem / Divulgação: https://alaskashoretours.com/
  • Railway Dock (1),
  • Visitor Information Center (2),
  • White Pass Railway Depot (3),
  • Yakutania Point (4),
  • Jewell Gardens (5)

Nesta manhã tomamos um café super-rápido no Cabanas e saímos do navio para conhecer o local. 

Skagway foi um importante porto durante a Corrida do Ouro de Klondike de 1897. A ferrovia histórica The White Pass and Yukon Route que faz parte do passado do local, atualmente realiza viagens turísticas nos meses do verão. Nós fizemos o tour mais popular em Skagway, que é o passeio do trem White Pass and Yukon Route para apreciar a natureza local. O passeio é totalmente contemplativo e o cenário é realmente lindo! Vale a pena!   

O embarque no trem histórico acontece diretamente no píer onde o navio atraca (nós fomos a pé). Tínhamos reservado o passeio das 09:30h. Depois que todos os passageiros estavam a bordo do trem, a aventura começou. Existem várias opções de passeios de trem, e nós escolhemos o menor deles (porque estávamos com as crianças) que foi de aproximadamente 2,5 a 3h de duração, sendo uma viagem de ida e volta, sem desembarque dos viajantes.

A estrada de ferro foi construída em um terreno altamente acidentado em 1898, subindo 914 metros de altura ao longo de 32 km. São várias curvas suspensas em penhascos, inclinações íngremes e túneis estreitos contemplando a belíssima natureza do Alaska seguindo montanha acima até a fronteira com o Canada, em Yukon.

 

Veja abaixo o mapa do itinerário do nosso passeio de trem.

Mapa entregue durante nosso passeio

Após o passeio de trem, fomos conhecer o distrito caminhando pela região. Fomos ao Klondike Gold Rush National Historical Park, um museu que nos apresenta a história da construção de Skagway e a corrida do ouro de 1897, através de exposições acessíveis e interativas, onde é possível cheirar, ver, ouvir e tocar as exposições.

Atualmente o museu possui uma visita virtual muito legal, onde você poderá ver no conforto de sua casa, exatamente todas as exposições que há nela. Para ver, clique aqui.

Funcionamento: aberto todos os dias de maio a setembro, das 09:00h às 17:30h; e de outubro a abril, das 10:00h às 16:00h (fechando aos domingos e feriados).

Entrada gratuita!

Localizado na esquina da 2nd com a Broadway, Skagway, Alaska.

No exterior do museu há exposições de máquinas antigas e monumentos em homenagens aos homens e animais que morreram na busca desse ouro, além de um belo jardim florido!

Junto ao Klondike Gold Rush National Historical Park está o Visitor Center Information. Lá você irá conseguir todas as informações necessárias para visitar Skagway. O local oferece muitas opções de trilhas, passeios de barco, museus e tours pela região, que é belíssima!  

Falando sobre a temperatura e o clima local, veja a tabela abaixo com as temperaturas médias de Skagway ao longo do ano.

Imagem / Divulgação: Climate Data

Saiba mais sobre Skagway clicando aqui.

Voltamos para o navio por volta das 14:00hs. Almoçamos no Cabanas e as crianças foram para o clubinho. Nós aproveitamos para lavar as roupas na lavanderia do navio porque precisaríamos do máximo de roupas limpas para viajar pela Costa Oeste do Canada.

A lavanderia do Disney Wonder é ótima! Ali você irá encontrar tudo o que precisar para lavar sua roupa de forma simples e prática. Neste caso, é você quem faz todo o serviço! Você coloca a roupa na máquina de lavar e depois na máquina de secar. O sabão em pó e o amaciante são vendidos já porcionados através de uma máquina que você paga com a chave do seu quarto. A cada processo há um aviso no aplicativo da Disney. Se você quiser passar sua roupa, ali há um ferro e tábua de passar roupas

Depois de tudo pronto, tomamos banho e fomos tirar várias fotos com os personagens no Lobby.

Mais tarde fomos jantar no restaurante que a gente adora: Tiana’s Place. Um belíssimo restaurante que te faz “viajar até Nova Orleans” para comer um prato da culinária sulista americana ao som de uma incrível banda de jazz ao vivo. Esse restaurante dá vida aos personagens do filme A Princesa e o Sapo. A comida é espetacular!

Dessa vez saímos tarde do restaurante e perdemos o pôr do sol. Já estávamos muito cansados e fomos para a cabine descansar.


Dia 5 no Disney Wonder Alaska – parada em Juneau.

Juneau é a capital do Alaska, possui 32.000 habitantes e situa-se a sudoeste do estado, sendo a maior capital em área de um estado americano. Localizada na base do Mount Roberts de 1164 m, essa cidade é uma paragem popular de cruzeiros, sendo acessível apenas por barco ou avião. Essa é uma cidade super charmosa e nós amamos conhecer um pouquinho dela! Veja no mapa abaixo onde Juneau está localizado. 

Nós acordamos bem cedo porque tínhamos um passeio muito legal programado para fazer em Juneau as 08:30h, chamado Dog Sled Adventure by Helicopter, que era voar em um helicóptero e descer no alto da geleira para fazer uma corrida de Dog Sled, uma prática muito famosa no Alaska. Ficamos aguardando por mais de uma hora a possibilidade de fazermos o passeio, mas infelizmente o dia amanheceu bastante chuvoso e com nuvens muito baixas e por isso nenhum tour de helicóptero aconteceu naquele dia. Se você for contratar um voo de helicóptero em Juneau, tenha sempre um “plano B” nas mãos, porque é bem provável estar chovendo no dia do passeio. Veja uma foto de divulgação do passeio que não conseguimos fazer.

Foto / Divulgação: Port Adventure Disney Cruise Line

Diante dessa situação, decidimos descer do navio e conhecer a cidade.

É em Juneau que está localizada a geleira mais famosa do Alasca, o Mendenhall Glacier. Há um Visitor Center no local que oferece uma ótima estrutura ao visitante, onde é possível fazer trilhas e explorar a região caminhando pelas margens do Lago Mendenhall até uma bela cachoeira. Ocasionalmente é possível ver ursos no local. Abaixo segue o mapa para que vocês possam ver o tamanho da geleira e toda a estrutura que o parque oferece.

O Visit TheUSA tem um video que mostra exatamente a grandeza desse lugar. Veja porque você não pode deixar de conhecer.

Aberto diariamente de maio a setembro, das 08:00h às 19:30h.

Aberto apenas às sextas, sábados e domingos, de outubro a março, das 10:00h às 16:00h.

O valor do ingresso é de U$5,00 (dólares) por pessoa acima de 16 anos. Menores de 16 anos não pagam ingresso.

Localização: 6.000 Glacier Spur Rd, Juneau – AK.

Saiba mais sobre o Mendenhall Glacier Visitor Center clicando aqui.

Juneau chove bastante, mais de 230 dias ao ano. As temperaturas no verão são amenas e no inverno são geladas, com muita neve e ventos fortes. Durante todo o ano o céu fica encoberto, e é claro que você deve esperar pela chuva durante sua visita.

Em Juneau, mesmo o dia ensolarado e quente pode ficar frio e chuvoso. Como o tempo muda bruscamente, vestir-se em camadas é fundamental para todas as estações. Também é fortemente recomendado usar calçados impermeáveis e resistentes ao frio. Veja na tabela abaixo como a temperatura varia bastante ao longo do ano.

Bem próximo ao porto você verá o Goldbelt Tram, o teleférico que transporta os visitantes e moradores em uma subida de 5 minutos, a uma altura de 548 m. Além da bela vista de 360° da cidade de Juneau, lá no alto é possível fazer várias trilhas e continuar subindo até a uma altura de 1.164 m.

  

No alto do Mount Roberts há um teatro com um filme que apresenta a história e a cultura do povo de Tlingit do sec XIII. Há um bar e restaurante e loja de souvenirs com artesanatos locais e outros artigos. 

No Mount Roberts também há o Juneau Raptor Center, que é um local dedicado aos cuidados de aves locais. Nas trilhas é possível ver flores selvagens, alguns animais da região e a bela vista do Canal de Gastineau.

Aberto de terça a domingo no verão, das 08:00h às 21:00h; e nas segundas-feiras, das 12:00h às 21:00h.

Localização: 490 S Franklin Street, Juneau – Alaska.

Valor dos Ingressos: U$50,00 para adultos; U$35,00 para crianças de 03 a 13 anos. Menores de 03 anos não pagam ingressos.

Juneau oferece muitas opções de passeios para fazer na região. Tem visitas às cavernas geladas, passeios de barcos para ver baleias, visita a museus, passeios de helicóptero com dog sledding ou caminhar sobre a geleira, dentre outros. Você vai precisar buscar algo que seja adequado para sua família de acordo com os interesses e os valores que estão dispostos a pagar. Os passeios costumam ser caros e lotar muito rápido.

No mais, aproveite! Não é todo dia que a gente passeia no Alaska, não é mesmo? Saiba mais sobre Juneau clicando aqui.

Chegamos no navio e fomos nos aprontar para o belíssimo musical Frozen, A Musical Spectacular. Esse musical conta a história mais congelante da Disney! Nesse show você irá cantar as músicas clássicas de Frozen, como Let It Go e For the Fisrt Time in Forever (Por uma vez na Eternidade). As crianças adoram!

Obs: durante a pandemia a Disney divulgou esse espetáculo no canal do YouTube deles para que as pessoas pudessem assistir em suas casas. Ele ainda está disponível, se quiser assistir, clique aqui

Após o show fomos jantar no Triton’s, o mesmo restaurante que jantamos no primeiro dia da viagem. A jantar aqui é sempre delicioso! Neste dia recomendamos pedir a lagosta! Observe a dobradura do guardanapo como é encantadora!

Depois do jantar, fomos descansar.


Dia 6 no Disney Wonder Alaska – parada em Ketchikan.

Com aproximadamente 8.000 habitantes, Ketchikan é a quinta cidade mais populosa do Alaska e é conhecida como a “Capital do Totem”. Esse lugar carrega a história dos povos originários e sua localização nos mostra que é uma das primeiras cidades do Alaska, sendo o princípio da “última fronteira”. Veja nos mapas abaixo onde Ketchikan está localizada.

Acordamos cedo e o navio atracou em Ketchikan por volta das 07:00h. Tomamos o café da manhã no Cabanas e saímos do navio para fazer o city tour que havíamos contratado para conhecer alguns locais na cidade. O tour se chama City Highlights, Totems, and Creek Street by Trolley e estava agendado para as 11:00h. Como já era esperado, estava chovendo. Pegamos nossas capas de chuva e fomos aproveitar o passeio. 

Ao descer do navio o trolley já estava nos esperando no porto. Fizemos um rápido city tour pela cidadezinha e fomos para o Saxman Toten Park.

O Saxman Totem Park é um parque público na cidade de Saxman, ao sul de Ketchikan, que contém 25 réplicas autênticas dos totens do povo Tlingit que foram encontrados em aldeias desocupadas na região. Este parque abriga a maior coleção de totens do mundo!

Ao chegar no local, há monitores que nos contam as histórias e lendas destes totens e do povo que as construíram. Estes postes eram símbolos de riqueza cultural e econômica da época. São belíssimos e muito importantes para a cultura deste povo!

Saiba mais sobre o Saxman Totem Park clicando aqui

Saímos do parque e fomos para o Creek Street conhecer o local. Trata-se de um “calçadão de madeira” nas margens do rio Ketchinkan Creek, que possui um valor histórico importante para a cidade, onde atualmente funcionam bares, restaurantes e lojas de artesanatos e souvenirs. No verão, os salmões se reúnem nesse local para a desova e por isso é um local que atrai focas, lontras, águias e ursos famintos em busca destes peixes.

Nós adoramos os passeios e aprendemos bastante sobre essa cultura tão importante dos povos originários do Alaska. Se você também gosta de aprender mais sobre a história do povo que você visita, não perca esse tour.

muitas coisas para conhecer na cidade durante a parada do cruzeiro. Se você não tiver nenhum tour contratado, poderá simplesmente descer do navio e percorrer o centro da cidade a pé para conhecer os edifícios e casas históricas, as lojas com vários tipos de trabalhos artesanais, esculturas, pinturas e muito mais. O porto é bem no centro da cidadezinha.

O clima em Ketchikan ao longo do ano é chuvoso, pois a cidade está localizada na Floresta Nacional de Tongass, a maior floresta tropical da América do Norte! Por este motivo é preciso estar preparado para a chuva, usando roupas impermeáveis e/ou capa de chuva para aproveitar a visita

Se você tiver sorte e o tempo estiver bom, você terá muitas opções de passeios ao ar livre para fazer na região como trilhas, voos de hidroavião, tirolesa entre as árvores da floresta temperada, pescar um salmão, ou tours para ver baleias, leões marinhos e outros animais.

Saiba mais sobre Ketchikan clicando aqui

Voltamos para o navio, fizemos um lanche e as crianças foram para o clubinho se divertir um pouquinho.

Mais tarde fomos jantar no Animator’s Palate. O restaurante estava super colorido. Era o dia do show divertidíssimo Animation Magic, onde a gente faz um desenho de uma pessoa (normalmente a gente se desenha) e a nossa criação ganha vida nas telas do restaurante, dançando junto aos desenhos dos demais passageiros e alguns personagens da Disney. É muito legal! E a comida estava simplesmente espetacular!

Saímos do jantar exaustos e fomos descansar.


Dia 7 no Disney Wonder Alaska – aproveitar o navio em um dia em alto mar.

Nesse dia acordamos sem pressa, e fomos aproveitar nosso último dia no Disney Wonder! Tomamos café com calma no Triton’s e depois fomos curtir o navio. As crianças foram para o clubinho e os papais foram passear pelo navio, curtir a vista do deck e tomar uns drinks na área dos adultos.

Mais tarde almoçamos no Cabanas, as crianças voltaram para o clubinho e os papais foram lavar as roupas (ainda tínhamos muitos dias de férias no Canada e precisaríamos do máximo das roupas limpas) e preparar as malas porque elas precisam estar prontas, fechadas e etiquetadas do lado de fora do quarto até as 22:00h para que os funcionários retirem todas as bagagens durante a noite (o desembarque dos passageiros acontece bem cedo no dia seguinte). As etiquetas tinham sido deixadas pelo camareiro em nossa cabine durante o período da manhã, que no nosso caso, eram do Mickey Mouse

As 15:00h, as meninas (mamãe e Sofia) tinham agendado um chá com as princesas, chamado Royal Court Royal Tea. Foi uma tarde deliciosa, com um lanche muito gostoso e sofisticado, muita conversa e histórias com as Princesas Ariel, Tiana e Rapunzel. Quando chegamos no restaurante onde estávamos agendadas, nossa mesa estava reservada em nome da Sofia e havia muitos presentes para ela: uma boneca da Cinderela, uma bolsa em forma de coroa com uma pulseira e um colar dentro, um diário da Cinderela e um caderno da Ariel, uma tiara linda e uma caneta especial da Minnie.

Aos poucos foram servidos os chás, sanduíches, bolinhos e muitos tipos de biscoitos e petit four. Tudo muito lindo e delicioso! Depois vieram as princesas contando diversas histórias (em inglês) e conversando com as crianças.

Enquanto estávamos no chá com as princesas, os meninos foram ao cinema. Após as atividades fomos assistir ao belíssimo musical Disney Dreams – An Enchanted Classic. Esse musical conta uma história linda de uma menina chamada Anne Marie, que na hora de dormir recebe a visita de vários personagens da Disney. Com efeitos especiais, esse show premiado inclui as músicas dos filmes Peter Pan, Pinóquio, Cinderela e Aladin. É uma apresentação mágica que você vai amar!

Ao final do show voltamos para a cabine para finalizar a arrumação das malas e deixar tudo pronto com as bagagens do lado de fora do quarto e depois fomos jantar no Tiana’s Place. Neste dia foi uma grande festa durante o jantar, com direito a presença da Tiana e do Louis, o jacaré do desenho da Princesa e o Sapo.

Depois do jantar fomos nos despedir do Alaska apreciando o maravilhoso pôr do sol das 22:00h.


Dia 8 no Disney Wonder Alaska – desembarque em Vancouver, Canada.

No dia do desembarque precisamos acordar bem cedo e sair da cabine todos prontos carregando nossas malas de mão. Fomos tomar nosso café no Tiana’s Place (é obrigatório que seja o mesmo restaurante onde ocorreu o jantar na noite anterior).

Tivemos que sair da cabine até no máximo 08:00h e sair do navio até as 09:00h. Isso porque escolhemos o horário do jantar mais tarde, porque aqueles passageiros que escolheram jantar mais cedo foram obrigados a sair do navio até as 08:00h. Tudo é muito cronometrado. Eles precisam preparar o navio para receber os novos passageiros para outra viagem. O navio não pára. É incrível!

Aos poucos a tripulação vai chamando os passageiros para saírem do navio conforme a etiqueta de bagagem. A saída fica no Lobby Atrium, no mesmo local por onde entramos. Os passageiros fazem uma fila e passam por detectores de metais ainda dentro do navio.

Saímos do navio, retiramos nossas bagagens no local indicado pela nossa etiqueta de bagagem e seguimos para passar pela polícia federal canadense e imigração para retornar ao Canada. Estávamos de volta em Vancouver.

Nós fizemos muitas aventuras na Costa Oeste do Canada e relatamos tudo em vários posts detalhados de cada cidade que visitamos e publicamos separadamente. Clique no nome da cidade abaixo para saber mais! Venha conosco nessa aventura! 

❤️ Roteiro pela Costa Oeste do Canada com Crianças

❤️ Vancouver

❤️ Kelowna

❤️ Montanhas Rochosas – Canada

❤️ Jasper National Park

❤️ Banff National Park

❤️ Yoho National Park

❤️ Victoria


PORT ADVENTURE DISNEY CRUISE LINE

Há vários outros passeios para se fazer no Alaska!

A Disney Cruise Line, através do Port Adventure, informa em seu site quais são todos os passeios extras (que não estão incluídos no valor do cruzeiro) que ela oferece durante a viagem ao Alaska. Basta escolher a cidade e ver todas as opções de cada lugar. Para acessar ao site, clique na imagem abaixo.


Seguem alguns guias oficiais das cidades que visitamos no Alaska para que você possa ver e fazer download gratuitamente

https://www.yukoninfo.com/virtualskagway/

Para acessar gratuitamente os guias abaixo, é necessário preencher um formulário no site oficial. Clique na imagem do guia e você será direcionado.

https://www.travelalaska.com/Plan-your-Trip/Planning-Tools/Vacation-Planner
https://www.visit-ketchikan.com/About-Ketchikan/Free-Guide

MOLLY OF DENALI – desenho sobre a cultura no Alaska.

Desenho infantil da PBS KIDS para assistir com as crianças para conhecerem a cultura do Alaska (são episódios em inglês). Esse é o primeiro programa infantil americano distribuído nacionalmente para apresentar um nativo do Alaska como personagem principal: a Molly Mabray, uma garota de 10 anos, que conta suas aventuras diárias no Alaska. A PBS KIDS possui um canal no YouTube que você poderá ver vários episódios gratuitamente com as crianças. Aqui em casa esse desenho é sucesso!


Leia também sobre nossas outras viagens no Cruzeiro da Disney:

❤️ DISNEY MAGIC saindo de Porto Canaveral / Roteiro: Key West, Grand Cayman, Cozumel e Castaway Cay – Caribe Ocidental.

❤️ DISNEY WONDER saindo de San Juan, em Porto Rico / Roteiro: St. Maarten, Antígua e Barbuda, St. Lucia, Barbados.

❤️ DISNEY DREAM saindo de Porto Canaveral / Roteiro: Nassau e Castaway Cay – Bahamas.

❤️ Dicas Imperdíveis de Cruzeiro Disney

❤️ Como é a Ilha da Disney nas Bahamas? Castaway Cay!

❤️ Cruzeiro da Disney – Disney Cruise Line

 

4 comentários em “Cruzeiro da Disney no Alaska – Disney Wonder”

  1. Olá, estou com meu cruzeiro planejado para este ano e adorei o relato dos passeios. Pode me tirar uma dúvida? Vcs entraram no Cruzeiro com visto americano + ETA ou tiraram o visto canadense? Obrigada!

    1. Oi Priscila, obrigada por sua mensagem! Fiquei muito feliz por saber que você gostou do relato dos passeios. 😍
      Quanto à documentação de viagem para o Canada, acho mais prudente você consultar um despachante ou uma agência especializada nisso, pois cada caso deve ser observado.
      Na época dessa viagem morávamos no Brasil e viajamos com o visto americano de turismo + eTA para o Canada, chegando de avião em Vancouver. Conversei com o Departamento de Imigração do Canada e eles me disseram que o eTA era suficiente para a viagem de navio, desde que a 1ª entrada no Canada fosse de avião. Mas tivemos problemas com a Disney que não aceitava o eTA para brasileiros e não confirmou o checkin do embarque de nenhum jeito. Nós conversamos com o diretor do navio e pedimos ajuda da Disney para aceitar o eTA. Foram muitas ligações telefônicas, consultas a advogados e emails para a Disney. Embarcamos para o Canada ainda com medo de nos barrarem no embarque do navio, mas no fim aceitaram e conseguimos viajar usando o eTA. Depois de nossa viagem, ficamos sabendo que muitos brasileiros embarcaram no Cruzeiro da Disney no Alasca usando o Visto Americano + eTA. Mas para evitar tanto stress, recomendo tirar o visto de turismo do Canada para não passar por esse tipo de situação, se você ainda tiver tempo.
      Atualmente moro nos Estados Unidos e não preciso mais de visto para entrar no Canada, então a situação agora é diferente. Espero ter ajudado! Abraços, Jaqueline.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *