Brasil, Dicas de viajante

Viajar de Graça com ID Jovem

Você já imaginou viajar pelo Brasil sem pagar nada? Pois saiba que isso é perfeitamente possível se você fizer parte do Programa ID Jovem, uma iniciativa do Governo Federal desde 2015.

A Identidade Jovem, ou ID Jovem, é um documento virtual gratuito que possibilita acesso a diversos benefícios no Brasil. Com este documento você terá direto à meia-entrada em eventos artísticos-culturais e esportivos e a vagas gratuitas ou com desconto no Sistema de Transporte Coletivo Interestadual, conforme disposto no Decreto 8.537/2015. Isso não é o máximo? Desse modo, além de ter descontos nos ingressos de vários cinemas, teatros, espetáculos musicais, artes cênicas, circenses, eventos educativos, de lazer e entretenimento, você poderá viajar para qualquer estado brasileiro de graça, não importando a distância. Mas este benefício não inclui viagens entre cidades do mesmo estado (intermunicipal). E quem tem direito a este benefício?    

Requisitos para ter o ID Jovem:

  • Ter entre 15 e 29 anos (estudantes ou não).
  • Estar inscrito no Cadastro Único do Governo Federal. Se já tiver o cadastro, ele deve estar atualizado há pelo menos 24 meses. Para incluir ou atualizar seus dados, procure o Centro de Referência de Assistência Social – CRAS ou o setor responsável pelo Cadastro Único da sua cidade.
  • Ter renda mensal familiar de até dois salários mínimos.
  • Saber o NIS (Número de Identificação Social) – Não sabe o seu? Consulte seu Cartão Cidadão, o extrato do FGTS ou sua Carteira de Trabalho.

Como funciona esse transporte gratuito?

No caso de transporte interestadual, as empresas não são obrigadas a conceder o benefício na compra de passagens pela internet, mas devem concedê-lo quando as compras são feitas no guichê. O Programa ID Jovem garante a reserva de “duas vagas gratuitas em cada veículo, comboio ferroviário ou embarcação do serviço convencional de transporte interestadual de passageiros e duas vagas com desconto de 50% (cinquenta por cento), no mínimo, no valor das passagens, a serem utilizadas depois de esgotadas as vagas gratuitas”. Somente válido para viagens de ônibus, trem ou barco que fazem viagens interestaduais. Você deverá entrar em contato com a empresa para verificar qual deverá ser o procedimento para retirada dessas passagens.

Se a empresa se recusar a oferecer este benefício, o jovem poderá solicitar justificativa formal da recusa por escrito, em que deve constar a data, hora, local e motivo da recusa, de acordo com base no parágrafo único do artigo 14 do Decreto nº 8.537/2015. Em seguida, poderá entrar em contato com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), no guichê da Agência localizado na rodoviária.

Como fazer o ID Jovem?

  • Acesse o site oficial do programa, clicando aqui. https://idjovem.juventude.gov.br/emitir-id-jovem
  • Clique em Gerar ID Jovem e preencha as informações exigidas.
  • Clique em Gerar ID Jovem.
  • Se estiver tudo certo com seu cadastro, o documento será gerado. Abrirá uma página contendo o documento virtual que fica disponibilizado para impressão.
  • Clique em Imprimir ID Jovem ou se preferir, mantenha no celular em formato digital no aplicativo do ID Jovem.

O documento é gratuito e tem validade de 180 dias. Expirada a validade da ID Jovem, será necessário emitir nova carteira, quando serão verificados novamente os requisitos para ser beneficiário da ID Jovem.

De posse da carteirinha, você poderá usufruir de todos os benefícios que o Programa ID Jovem oferece. Aproveite!

Para retirar todas as dúvidas sobre o ID Jovem, acesse ao site do Governo Federal clicando aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.