Brasil, Olinda, Pernambuco

Olinda com Crianças

Um dos locais mais ricos na época do Brasil Colônia, Olinda é história pura! Fundada em 1535, a cidade possui várias igrejas e casas históricas que mantêm sua arquitetura colonial que foi declarada pela Unesco como sendo Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade. Aproveitamos nossa visita a Olinda para aprender bastante sobre a história do nosso país com as crianças.

Praticamente junto a Recife, um passeio “bate e volta” em Olinda é perfeitamente possível para quem está hospedado na capital. A cidade é bem pequena e charmosa, com suas típicas ladeiras de pedras. É possível fazer o passeio a pé, porém trata-se de uma caminhada íngreme na qual cadeirantes, carrinhos de bebê, crianças pequenas ou pessoas com dificuldade de locomoção terão algumas restrições para andar por ali.

Como estávamos de carro, estacionamos o veículo em uma propriedade privada ao lado da Catedral da Sé e caminhamos bastante pela região. Os carros podem circular na área central, mas é proibido estacionar em algumas ruas (é preciso ficar atento).

Abaixo contaremos os detalhes de nossa visita! 

Catedral de Olinda – Catedral da Sé.

Começamos nosso passeio na Catedral de Olinda, a Catedral de São Salvador do Mundo ou Catedral Sé de Olinda. Fundada em 1540, é a igreja mais antiga de Olinda e a segunda mais antiga do Brasil de acordo com o IPHAN. Em seu entorno ficava o Castelo de Duarte Coelho, a casa do donatário da capitania de Pernambuco.

Dentro da Igreja há um pátio que tem uma vista imperdível da cidade de Olinda e de Recife. Vale a pena conhecer e fazer uma bela foto! Mas tenha muito cuidado porque a mureta é extremamente baixa e chegar muito próximo não é seguro. Atenção com as crianças pequenas!

Em frente à Catedral está o famoso letreiro de Olinda. Dali do Alto da Sé você também terá uma bela vista da cidade. Há um Mercado de Artesanato e várias barraquinhas vendendo roupas, pinturas, objetos diversos e souvenirs. É uma ótima oportunidade de levar uma “lembrancinha” da cidade.

Caixa D’água Alto da Sé (Mirante).

Em frente a praça está o prédio da Caixa D’água Alto da Sé. O prédio possui um elevador panorâmico que dá acesso ao alto do edifício, de onde se pode ter uma bela vista da cidade. Porém, no dia de nossa visita este local estava fechado e parecia abandonado. Não conseguimos informações para saber se estava fechado temporariamente ou não.

Casa dos Bonecos de Olinda.

Do Alto da Sé fomos caminhando pela rua Bispo Coutinho observando a arquitetura colonial. Passamos em frente à Casa dos Bonecos Gigantes de Olinda. Como já tínhamos ido à Casa de Bonecos de Recife, nós decidimos não entrar e apenas tirar foto na entrada. A casa foi recém pintada e está linda! Veja na foto que foi divulgada pelo Instagram deles.

Imaginário Brasileiro

Ao lado da Casa dos Bonecos está uma casa rosa muito linda com grandes máscaras na parede, que na verdade é uma loja chamada Imaginário Brasileiro. Nesta loja de artesanato você irá encontrar diversas opções de presentes e “lembrancinhas” de Olinda a um bom custo. Aqui há muita coisa bonita!

Caminhamos pela região e decidimos ir almoçar em um restaurante bastante recomendado, o Oficina do Sabor, que fica ali bem pertinho.

Almoço no Restaurante Oficina do Sabor

Considerado um dos melhores restaurantes de Olinda, é super recomendado para quem deseja se deliciar com pratos da culinária pernambucana preparados com muita criatividade e sofisticação pelo Chef César Santos. O ambiente é extremamente agradável, com um atendimento excelente e possui uma comida deliciosa. Além disso, este restaurante faz parte do grupo de casas da Associação dos Restaurantes da Boa Lembrança.

Depois de caminhar pela cidade em um dia de muito sol e calor, fizemos nossa “parada estratégica” com esta vista incrível e almoçamos uma comida maravilhosa! Nós aprovamos e recomendamos bastante!

Para saber mais sobre este restaurante e até mesmo ver o cardápio completo, clique aqui e aqui

Depois de nosso almoço, pegamos o carro e continuamos nosso passeio indo até a Basílica de São Bento, passando pela Casa de Alceu Valença.

Casa de Alceu Valença

Infelizmente não é possível entrar na casa, mas é um lugar em que todos os seus fãs gostariam de conhecer. Dizem que o famoso cantor Alceu Valença se mudou para esta casa após se casar com “La Belle de Jour”, a musa de uma de suas músicas mais famosas.

Dali seguimos nosso caminho até a Basílica de São Bento.

Basílica e Mosteiro de São Bento.

Este é o local onde foi erguido o primeiro mosteiro beneditino no Brasil, entre 1597 e 1599, atualmente tombado pelo Patrimônio Histórico da Humanidade pela Unesco.

A suntuosa construção é totalmente barroca, com paredes de cedro talhado, painéis no teto, púlpitos trabalhados, altar de 14 metros de altura e totalmente folheado a ouro. As portas do mais puro jacarandá se abrem para um grande pátio na entrada. Tudo é muito belo e todos ficam encantados!

Farol de Olinda

Este Farol foi construído no Morro Serapião e inaugurado em 1941. Por se destacar na paisagem de Olinda, tornou-se um dos principais marcos da cidade. Não está aberto à visitação, mas rende belas fotos!

Ruas Coloridas de Olinda

Esta é uma cidade muito colorida e chama muito a atenção a incrível vista do mar do alto de suas ladeiras. Então aproveite o belo cenário e tire muitas fotos com sua família!

Não deixem de aproveitar esse passeio nessa cidade histórica incrível. Um passeio único para toda a família!


Leia também:

Recife com Crianças

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.